Atletas do CESEC destacam-se na Copa Bandeirantes de Judô

Competição aconteceu no último sábado; atletas do CESEC trocaram experiência com Antônio Tenório, multicampeão paralímpico, esteve presente

 

São Paulo (SP) –  No último sábado, dia 9, o Centro Esportivo Mooca, localizado na zona leste de São Paulo, foi o palco da Copa Bandeirantes 2013 de Judô. Divididos nas categorias master, supermaster e paralímpica, dezenas de atletas competiram entre si. Bem representado, o CESEC deixou o torneio cheio de motivos para comemorar: foram muitos os judocas que se destacaram.

 

Na categoria paralímpica feminina, Lúcia da Silva foi a campeã, com Renata Molina um degrau abaixo e Priscila de Paula e Erika Cristina em terceiro. Após a pose para as fotos, a primeiríssima colocada convidou as companheiras de clube para pisarem todas juntas no lugar mais alto do pódio. A demonstração de carinho e companheirismo foi a tônica não apenas do momento da premiação, mas de todo o campeonato.

 

“Estou muito contente de vê-los aqui”, disse Rubens Pereira, presidente da FPJMS (Federação Paulista de Judô Master e Supermaster) e organizador do evento, referindo-se ao público. “O nosso projeto é muito mais amplo do que organizar uma etapa como esta, mas ainda estamos começando a caminhada. E contar com a presença de todos vocês é maravilhoso”, concluiu.

 

Entre os homens, na categoria Supermasters M1, Roberto Carlos foi o primeiro colocado, seguido por Vinícius. Willians e Marcos foram os que subiram mais alto do que todos na categoria M2, ficando a cargo de Rayfram Mesquita, Wanderson Porfílio, Denis Rosa e Wagner Moraes o mesmo destaque na categoria Supermaster Absoluto, onde judocas de todos os pesos podem competir entre si.

 

MULTICAMPEÃO PARALÍMPICO PRESENTE

Além do belo público, a Copa Bandeirantes 2013 contou também com a presença ilustre de Antônio Tenório, de 43 anos, tetracampeão paralímpico de judô (Atlanta-1996, Sidney-2000, Atenas-2004 e Pequim-2008, além do bronze em Londres-2012). Assim como todos que tentaram uma aproximação, os atletas do CESEC conseguiram conversar e trocar experiências com um dos maiores ídolos do esporte paralímpico brasileiro.

 

Deixe uma Resposta

Imagens

Entrar | Desenvolvido por STI Esporte