São Bernardo joga bem nas três partidas, mas tropeça em todas pelo Paulistão de base.

 

São Bernardo fez bons jogos neste sábado no estádio do Baetão, mas, por alguns detalhes de desatenção, acabou sem conseguir nenhuma vitória.

Neste sábado (1/8), o estadual das categorias de base teve belos confrontos em sua casa nas respectivas categorias, com emoções até o último minuto. Foram marcados 13 gols nestas partidas. Confira o resumo de cada uma:

2015-07-31_01-09-00

São Bernardo x Red Bull Brasil – Sub-15

O jogo entre o Tigre e o Touro campineiro ocorreu às 9 horas da manhã e foi válido pela 1ª Rodada da 2ª Fase do estadual da categoria. As duas equipes duelaram pelo Grupo 12.

A partida começou eletrizante e, nos dois minutos iniciais, o jogo já estava em 1 a 1. Gabriel Bocchio, artilheiro do Paulistão Sub-15, marcou após receber cruzamento da direita de Guilherme que fez bela jogada. O São Bernardo respondeu logo em seguida com Matheus Silva, que recebeu cruzamento da direita e empurrou a bola para o fundo direito, cara a cara com o goleiro Victor. Ainda na primeira etapa, Guilherme faz boa jogada, invade a área do Tigre e é derrubado por Murilo. Foi marcado o pênalti e o capitão da equipe, João Victor converteu com extrema categoria, colocando novamente o Red Bull à frente, 2 a 1.

Na segunda etapa, a equipe do São Bernardo fez de tudo para suportar a pressão do adversário, que voltou confiante e dominou plenamente a partida. Aos 22 minutos, Gabriel Bocchio fechou a conta com um belo gol, se isolando na artilharia com 28 gols marcados. Com a vitória da equipe campineira, a mesma lidera o seu grupo na competição.

 

2015-07-31_01-27-51

São Bernardo x Palmeiras – Sub-17

Tigre e Verdão duelaram pouco tempo depois do jogo citado anteriormente, às 10:45, debaixo de forte sol que fazia em São Bernardo do campo. A partida foi válida também pela 1ª rodada da 2ª fase do estadual da respectiva categoria.

Em quem deu as caras cedo foi o São Bernardo, mesmo com boas ofensivas palmeirenses. Graças à subestimação do adversário. Victor Hugo aproveitou cruzamento de Matheus Andrade, que roubou a bola em um vacilo de Sidney, lateral da equipe alviverde, sem chances para o arqueiro Anderson. E a pressão continuou do lado da equipe do ABC. Bruno Michel recebeu belo passe de Matheus Fuza e completa com frieza e tranquilidade para o fundo do gol palmeirense. E não parou por aí. Victor Hugo, em excelente contra-ataque faz o terceiro, próximo ao fim da etapa inicial.

Na etapa complementar, o Palmeiras, que já estava nervoso, voltou pior. Começou a cometer muitas faltas e errar mais passes do que anteriormente. O São Bernardo ainda dominava a partida e criou muito mais chances. A mais incrível delas, que acabou por perdida ocorreu por volta dos 15 minutos, onde, ao ganhar a bola no meio campo, Victor Hugo partiu para a área, o goleiro Anderson sai de forma precipitada, e, com o gol aberto, perde o equilíbrio e o ângulo e acaba chutando na rede, mas pelo lado de fora.

A estratégia de contra-ataques que beneficiou o Tigre durante bom tempo na partida passou a beneficiar o Verdão! Após conseguir um escanteio, na cobrança, a bola sobre em direção à área do goleiro Diego, e, num bate e rebate, Arthur, artilheiro da equipe, marca o gol que deu início à reação alviverde, isso com 39 minutos da etapa final.

Com o cansaço da equipe do ABC, o Palmeiras aproveitou as brechas e começou a atacar de forma mais incisiva. Em uma falta originada de um contra-ataque, na cobrança, dois minutos do primeiro gol Gabriel Correia rolou de leve para Vitinho, que fuzilou o goleiro Diego, 3 a 2.

E o Palmeiras continuou em cima! E, um minuto mais tarde, Vitinho marcou seu segundo tento seguido na partida, dando o empate no último lance, 3 a 3. Com o empate, que só conseguiu tal feito, pois o cansaço foi notável na equipe, que pecou em seu preparo físico, e não pode queimar mais nenhuma substituição. O empate foi melhor para o Palmeiras que para o São Bernardo, uma vez que vencia por 3 a 0.

 

2015-07-31_01-09-54

São Bernardo x São Caetano – Sub-20

E nada melhor do que fechar o dia de grandes jogos e chuva de gols no Baetão do que com um clássico! O Tigre enfrentou o Azulão em busca de uma vitória na 11ª rodada da 1ª fase, última rodada do turno.

O São Bernardo, assim como nos outros jogos das categorias inferiores, saiu na frente após cobrança de escanteio, e Luiz subiu mais alto que a zaga do São. Caetano e testou firme, tanto que o goleiro Wagner nem se moveu.

O São Bernardo conseguiu segurar o São Caetano até onde pode, pois a equipe rival buscara o gol desde o início, mas ele saiu apenas no fim da primeira etapa com Erik, chutando de longe.

Na virada da partida para o segundo tempo, o São Caetano continuou intenso em seu poderio ofensivo, mas o São Bernardo também cresceu e o jogo ficou muito aberto e equilibrado. Muitas chances foram perdidas e ambos os goleiros atuaram muito bem. Mas nada que uma fatalidade mude todo o enredo do jogo: em uma saída para conter o ataque do Azulão, o goleiro Guilherme, da equipe mandante, saiu do gol e chutou Matheus, que era o último homem no contra ataque fulminante; e, portanto, o arqueiro levou cartão vermelho direto aos 45 minutos. Pouco tempo depois veio o castigo e a virada do São Caetano com Gleyson que invadiu a área e concluiu de forma muito precisa para o fundo da rede, que fez seu 8º gol pelo torneio.

Com o resultado final, o São Caetano foi a 18 pontos e colou no Santo André, brigando intensamente para entrar no G-4; já o São Bernardo estacionou nos 10 pontos, na oitava colocação e tentará se recuperar diante do Cotia, também no Baetão.

Por Lucas Nascimento – STI ESPORTE

Deixe uma Resposta

Imagens

Entrar | Desenvolvido por STI Esporte