'

Portuguesa 0 x 1 Água Santa – Netuno resiste a pressão com um a menos

São Paulo, SP, 09 (AFI) – O encontro entre Portuguesa Água Santa na noite desta quarta-feira não foi apenas um jogo normal da 7ª rodada da Copa Paulista. O estádio do Canindé, em São Paulo, deixou frente a frente dois dos melhores times do Grupo 3 e esquentou de vez a briga pelo G4. Mesmo com um jogador a menos desde o primeiro tempo, o time de Diadema aproveitou um pênalti na etapa final para Romarinho decretar a vitória por 1 a 0 fora de casa.

Com o resultado, o Água Santa toma a segunda posição da Portuguesa no Grupo 3 e agora aparece com 14 pontos, enquanto o time do Canindé aparece com 13. O líder ainda é o São Caetano, que tem 15 e comemora o placar pois poderia ser ultrapassado pelo grupo de Mauro Fernandes. O primeiro fora do G4 é o Santos, com oito pontos.

PRIMEIRO CAPÍTULO

E o nervosismo dos times estava aparente desde o apito inicial do árbitro. A Portuguesa tentava trabalhar a posse de bola, buscando sempre Junior Lemos e Marcelinho Paraíba no meio campo, enquanto o Água Santa priorizava as jogadas de velocidade nas costas da marcação. Ainda assim, os goleiros Ricardo Berna e Erivelton demoraram a aparecer no jogo.

Aos poucos a Portuguesa foi tomando conta da partida e poderia ter aberto o placar ainda na primeira etapa com Romarinho, mas a marcação foi precisa para desamar o atacante no último minuto antes da finalização. Mas um lance mudou a história do jogo. Aos 43 minutos, Da Mata foi disputar uma bola com Junior Lemos e acabou acertando uma cotovelada na cara do adversário. O árbitro não perdoou e expulsou o camisa sete do Água Santa.

Romarinho converteu o pênalti e decretou a vitória do Água Santa em pleno Canindé

Romarinho converteu o pênalti e decretou a vitória do Água Santa em pleno Canindé

ESQUENTOU

Com um jogador a menos, o técnico Jorginho teve que recuar todos os jogadores para trás do meio campo, dando espaço para a Portuguesa jogar. E o time da casa gostou da nova proposta do adversário. Logo no começo do segundo tempo, numa troca de passes rápida na entrada da grande área, Erivelton teve que sair em velocidade para evitar o primeiro gol. No lance seguinte, Guilherme Gueiroz poderia marcar mais uma vez, mas finalizou para fora.

Quando a Portuguesa dominava completamente as ações da partida, a história do jogo ganhou mais um capítulo. Aos 32 minutos, o Água Santa cobrou um lateral pela direita e, numa jogada despretensiosa, Romarinho foi dividir com o Gabriel Duarte e acabou fazendo o pênalti. Na cobrança, o outro Romarinho, do time de Diadema, deslocou bonito Ricardo Berna e mandou para o fundo das redes, decretando a vitória dramática fora de casa.

PRÓXIMOS JOGOS

O próximo compromisso do Água Santa é neste sábado, pela 8ª rodada da primeira fase da Copa Paulista. Às 15 horas, o time de Jorginho estará em campo contra o Nacional no estádio Nicolau Alayon, em São Paulo, novamente fora de casa. Já a Portuguesa viaja para Santos enfrentar a Portuguesa Santista no estádio Ulrico Mursa, às 10 horas de domingo.

fonte:  Futebol Interior

Deixe uma Resposta

Imagens

Entrar | Desenvolvido por STI Esporte